Os filmes mais indicados para assistir nas férias




























Sentiram minha falta? Não? T-T, motivo de não ter postado esse último dias é que eu estava preparando esse post especialmente para vocês, eles passam por três épocas diferentes e cada um deles tem a minha opinião sobre, boa leitura!



















RoboCop - O Policial do Futuro 
Sinopse:
Depois de ter sido mortalmente ferido em cerco a marginais, policial (Peter Weller) transformado num misto de máquina e homem a serviço da justiça. quando tem que enfrentar uma gangue disposta a dominar a cidade, sob a custódia legal de poderoso executivo.

Meu pai que me apresentou, o filme é bem impactante e surpreendente, não é apenas um conto de ação qualquer como vemos por aí, é uma lenda! Nem se compara ao atual, que foi modificado, pois o original é um tanto “pesado”. Ainda não tive oportunidade de ver os outros dois, mas quem gosta de um verdadeiro filme de ação vai curtir muito. Quem não está acostumado, vai estranhar um pouco algumas cenas, por ser classificado por muitos com violência extrema. Em comparação ao atual, o RoboCop 2014 é um tanto “meiginho”.























Transformers: A Era da Extinção
Sinopse:
Alguns anos após o grande confronto entre Autobots e Decepticons em Chicago, os gigantescos robôs alienígenas desapareceram. Eles são atualmente caçados pelos humanos, que não desejam passar por apuros novamente. Quando Cade (Mark Wahlberg) encontra um caminhão abandonado, ele jamais poderia imaginar que o veículo é na verdade Optimus Prime, o líder dos Autobots. Muito menos que, ao ajudar a trazê-lo de volta à vida, Cade e sua filha Tessa (Nicola Peltz) entrariam na mira das autoridades americanas.

Pra mim foi o melhor filme de 2014, sou apaixonada pelos filmes e não podia perder esse, ainda por cima em 3D, não me atrevi a tirar os óculos nem um segundo! Como sempre rico os filmes são ricos em efeitos, sejam sonoros ou visuais, e a diversidade de cenários merece palmas, o filme foi muito bem trabalhado, feito para contagiar distintas faixas etárias. Algo que não pode faltar são as cenas cômicas, clássicos da franquia, os diálogos não deixaram a desejar em momento algum, a seriedade e a comédia na medida certa, presentes quase nas mesmas cenas.




















O Sorriso de Mona Lisa

Sinopse:

Katharine Watson (Julia Roberts) é uma recém-graduada professora que consegue emprego no conceituado colégio Wellesley, para lecionar aulas de História da Arte. Incomodada com o conservadorismo da sociedade e do próprio colégio em que trabalha, Katharine decide lutar contra estas normas e acaba inspirando suas alunas a enfrentarem os desafios da vida.


De todos foi o melhor filme de época que eu já vi, retrata a realidade das mulheres mesmo com sua escolaridade completa, o filme aponta bem isso, principalmente quando a personagem de Júlia Roberts, Katharine Watson destaca: “As boas em Física, poderão calcular então a massa de todos os assados que vão preparar!”. Algo que me cativou muito foi a perseverança da personagem que mesmo com os limites impostos pela escola decidiu mostrar suas alunas que elas podiam ser elas mesmas e fazer o próprio futuro.  O filme é bem esclarecedor e nos mostra que mesmo com tudo que conquistamos (como retrata o filme) ainda falta muito pela frente, e vocês podem notar que a personagem principal é totalmente o oposto dos padrões da época, enquanto todas aquelas jovem usavam lindos vestidos e penteados perfeitos, Katharine Watson era adepta a ser ela mesma, independente do seu posto social.

Então pessoas essas foram minhas conclusões diante desses três filmes e espero que tenham gosta, beijos e até a próxima!
Bye!

2 comentários:

  1. Pra falar a verdade, eu nunca tinha entendido nenhum filme de Transformers. É que eu sempre chegava depois do começo, depois da história toda, aí só tinham aquela cenas de explosões (que eu gosto muito). Você livrou a minha curiosidade também em Robocop, eu não sabia o que se tratava mas eu morro de vontade de assistir <3
    http://frescuraadolescente.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. @Ana Luiza Mafra
    Os filmes dos Transformes são um pouco confusos mesmo, mas como aqui em casa curtimos muito não perdemos um e fazemos questão de assistir milhares de vezes! E já vá se preparando para assistir Robocop, tem muita carnificina, apesar do RoboCop III ser bem mais leve. Que bom que deixou sua opinião, amei seu comentário.
    Beijos!

    ResponderExcluir